DESFOLHADA

 DESFOLHADA!
Quero ser desfolhada
Logo na madrugada...
Quero te sentir
Ao me despir
Meu amor reclama
E te chama.
Sinto falta da sua boca
Que me deixa louca
Ouço a chuva cair agora...
É quando você também já me implora...
E o desejo nos aflora.
O amor namora
A água é nossa cúmplice
O beijo suado
Amado entregue
A boca com sede
O corpo com fome
O fogo desse olhar
A alma aquece,
Excita, grita, geme
Perde o rumo,
E o beijo da vida acontece!
Cresce a alegria dentro de mim...
Só posso dizer que parar de escrever seria o meu fim!
Érgia Penteado
11/02/10
 
 

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode